A Associação Abadá-Capoeira de Capão Bonito vem desenvolvendo um belíssimo trabalho com crianças, adolescentes, jovens e comunidades em situação de risco de vulnerabilidade social a aproximadamente 20 anos.
Trabalhando em conjunto nas áreas da educação, cultura, saúde, meio ambiente, esporte e o social, focando e priorizando atividades objetivas e dinâmicas transformando as teorias em ações concretas, foi possível reverter situações antes sem soluções.
O Presente Projeto tem pôr Objetivo Geral, em promover a capoeira como, luta jogo, expressão corporal, arte e esporte, sem que haja o detrimento na essência da capoeira. Orientando e auxiliando crianças e adolescentes na formação do seu caráter e da sua personalidade, através de atividades psicopedagógicas e lúdicas, sempre bem administradas, aplicando de forma coerente e sensata, respeitando sempre as individualidades e a particularidades de cada um.
O Objetivo Específico do presente projeto vem contribuir na formação da personalidade e do caráter das crianças, afastando-as da marginalidade social, formando-lhes uma consciência social critica e tendo como motivação pedagógica os Jogos da Abadá-Capoeira.

 

VOLTAR

 

CAPÃO BONITO

Rio Paranapanema um pouco das belezas naturais de nosso município...

Leia Mais...

 

Mata Atlântica exemplo para o mundo, Capão Bonito desmonstra que é possível construir sem destruir...

Leia Mais...

VOLTAR

 

BREVE HISTÓRIA DE CAPÃO BONITO


Do tupi Ka’a pu’a, “mato redondo”, variação de Caapuã. Porção de mato isolado no meio do campo, ilha de mato.
Capão-bonitense: De ou pertencente ou relativo a Capão Bonito(SP), natural ou habitante de Capão Bonito. Plural: Capão-bonitenses.
Capão Bonito foi, inicialmente um povoado situado na cabeceira do rio São José de Guapiara, rio que durante o seu curso recebe os nomes de Apiaí-Mirim e Apiaí-Guaçú, originário da serra do Paranapiacaba. Neste local que enfins do século XVII, os primeiros bandeirantes encontraram ouro, ali construindo alguns ranchos para abrigo e iniciando o primeiro povoado das paragens do Paranapanema que levou o nome de Arraial de Guapiara”, distante da atual Capão Bonito 36KM para o sul, sendo depois conhecido pelo nome de Arraial Velho”.
A área não havia instituído alvará para mineração, atraindo assim mineiros que chegavam de todos os lados. Por volta de 1721, tomou posse da mineração no Vale do Paranapanema e as “datas” (porção de terreno com 20 a 22 por 40 a 44 m) foram distribuídas aos requerentes conforme o número de escravos e agregados. Arraial Velho, segundo os historiadores, durou pouco mais de 40 anos e não passou de um clássico arraial de bandeirantes, sendo destruída até a capelinha de pau-a-pique dos primeiros tempos.
Daí em diante encontramos duas versões para a continuação histórica: A primeira, divulgada pela Secretaria do Estado e Cultura e por Jurandyr Ferreira, diz que Arraial Velho foi transferido posteriormente para Freguesia Velha (em data não determinada), à margem direita do Rio das Almas, local hoje pertencente ao município de Ribeirão Grande, e emancipado de Capão Bonito em 1991. Em 1840 o Senhor Pedro Xavier dos Passos comprou parte da fazenda Capão Bonito, de propriedade do Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, fazendo doação de 150 braças à Congregação de Nossa Senhora da Conceição (726m2).
O Padre Manoel Alvarez Carneiro, vigário da Paróquia, edificou no terreno doado uma Capela e para aí transferiu a sede paroquial em 19 de fevereiro de 1843, construindo então uma vila com a denominação de Nossa Senhora da Conceição do Paranapanema. Uma segunda versão conta que o Arraial Velho, de acordo com o Padre Manoel Luiz Vergueiro, que já era capelão, ficava num sítio afastado, tendo ele de transpor rios caudalosos e outros difíceis obstáculos para dar assistência à população, por isso requereu ao vigário da vara, a mudança do povoado a três léguas (cerca de 18Km) para o norte à margem direita do rio das Almas, onde já existiam garimpeiros.
Concedida à permissão, mudou-se o povoado para o novo local com o nome de Nossa Senhora da Conceição do Paranapanema e posteriormente, Freguesia Velha, a poucos quilômetros do atual município de Capão Bonito. Por volta de 1800, o ouro cessou de aparecer nas bateias.
Este fato, aliado ao aumento de produção na região de Minas Gerais, causa uma debandada geral, restando uma povoação de antigos bandeirantes e velhos garimpeiros que, junto a seus descendentes, buscaram na agropecuária outra forma de subsistência, principal fonte econômica até hoje. Pela Lei n 03 de 24 de janeiro de 1843, a região foi elevada a Distrito de Paz com o nome de Capão Bonito de Paranapanema. Em 2 de abril de 1857 o distrito foi elevado à categoria de município e depois a comarca com o nome de Capão Bonito, pela Lei n 91, de 28 de abril de 1883.

 

HISTÓRIA DA CIDADE

A história de Capão Bonito começou por volta de 1700, quando foi transferido para o Arraial Velho e depois para a freguesia Velha, na margem direita do rio das Almas.
Em 1840, Pedro Xavier dos Passos, vulgo Sucury, comprou parte das terras da fazenda Capão Bonito, de propriedade do brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, fez uma doação a Nossa Senhora da Conceição e providenciou a construção da capela nas terras de Itapetininga.

Em 02 de abril de 1857, o povoado foi elevado a vila com a denominação de Capão Bonito do Paranapanema. Voltou à condição de freguesia em 26 de março de 1866, incorporada ao município de Itapetininga, e retomou sua condição de vila em 14 de março de 1868, com o nome atual, Capão Bonito, sendo adotado em 21 de fevereiro de 1889.

O município se manteve estagnado durante um longo período em virtude de dificuldades financeiras, precariedade de transporte e de assistência à agricultura. Essa situação, entretanto, foi superada com a construção de uma estrada de rodagem que se dirigia para o sul, fazendo da cidade um ponto de passagem e de trânsito intenso, e a economia local se concentrou na atividade agropecuária.


Igreja Nossa Senhora da Conceição

VOLTAR

ABADÁ - CAPÃO BONITO

A Abadá em Capão Bonito já faz parte da família capãobonitense e está presente em trabalhos efetivos a aproximadamente 20 anos, ajudando a transformar, formar e construir um mundo mais igualitário e justo.
O mais interessante de tudo isso é que nesse 20 anos nunca a Abadá perdeu o foco, a ideologia e a determinação de criar situações de mudanças em crianças, adolescentes, jovens, adultos e comunidades em situação de risco de vulnerabilidade social.
Sendo um trabalho de formiguinhas, mas nunca disistiu de ninguém, acreditando sempre na vida e lutando para resgatar os valores do ser humano através da capoeira...

VOLTAR

 

EQUIPE ABADÁ-CAPÃO BONITO

José Juraci de Almeida - Jurinha- Corda Azul-Verde;

André Luiz Pucci - Patola- Corda Roxa e Martrom;

Diógenes Ferreira Lima - Bujão - Corda Roxa;

Felipe Antonio da Silva - Bigú - corda Verde e Roxa;

Marielen dos Santos Lara - Bazuca - Corda Azul;

Maria Madalena dos Santos Lara;

Evelen - Corda Azul e amarela;

Gabriela - Gabi - Corda Laranja;

Marcelinho - Chico Papo - corda laranja e azul;

Dimaszum - Corda Crua e azul;

Divanil - Laranja e Azul;

 

VOLTAR

CAMPANHAS

Campanha - S.O.S Mata Atlântica 2004 & 2010

Leia Mais...

VOLTAR

CONTATOS

Luiz Eugênio Castanho de Almeida

Professor: Luiz Cavalo - E-mail: cbabada@bol.com.br

Profissional de Capoeira e Educação Física

SITE: www.abadainterior.com

www.abadacapao.com.br - (breve)

VOLTAR

LINKS

www.abadainterior.com.br
www.abadaitape.com.br
www.abadacapao.com.br
www.abadacapoeira.com.br

VOLTAR

 

SHOWS & APRESENTAÇÕES

PROJETOS SOCIAIS

 

O Projeto Capoeira, Comunidade & Escola, nasceu da necessidade de auxiliar o professor da sala de aula.
Nossos professores são os mais importantes formadores da personalidade e do caráter de uma criança, onde pode-se definir o futuro da mesma.
Devido os problemas que o mundo se encontra hoje, globalização, violência, corrupção etc., o professor é o mais prejudicado, pois os reflexos acabam voltando e ficando nas salas de aulas.
As crianças refletem e assimilam os problemas da casa com a família, das ruas e trazem para a escola, onde muitas vezes os professores estando despreparados ou com mais problemas ainda, se omitem de tais fatos passando a responsabilidade para outros.
Pensando nisso e pesquisando a necessidade de um trabalho mais específico é que o projeto vem a suprir e auxiliar nessa luta.
O projeto não tem por objetivo substituir ou fazer a vez da Educação Física, pois todo o trabalho se propõe em focar os problemas, trabalhando aqueles que ninguém mais quer "OS PROBLEMÁTICOS".
Todo o trabalho só vai ter resultado com a participação de todos, o professor da sala de aula, o professor de Educação Física, a Direção, a família e o Projeto.
Se fortalecermos em um único objetivo, conseguiremos atingir nossas metas, do contrario nosso trabalho sempre ficará com um espaço em branco.

TROCA DE CORDAS/CURSO MESTRE COBRA / CAPÃO BONITO - SP - OUTUBRO DE 2009.

VOLTAR

 

Professor: Luiz  Cavalo - Luiz Eugênio  Castanho de Almeida

APRESENTAÇÃO

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE APOIO E DESENVOLVIMENTO DA ARTE-CAPOEIRA

LANÇAMENTO INÉDITO

No Presente trabalho o autor procura, resgatar e valorizar ainda mais a nossa arte, derrubando a visão do senso comum, provando que a capoeira não necessita dos movimentos convencionais, pois possui os seus próprios e que correspondem as suas necessidades e anseios.
Partindo de três movimentos básicos: a cadeira, a descida básica e a queda de quatro, foram desenvolvidos aproximadamente 400 movimentos de alongamento e flexibilidade. Pautado em quatro partes, ou seja, alongamento individual, em forma de continuidade, em duplas (alavanca) e volta à calma. Enfim, mais um trabalho que veio para somar no mundo da capoeira
.

Leia Mais...

Quando falamos de preparação física na capoeira, fica um pouco difícil focar um ponto de partida, pois é visível o quanto a capoeira é complexa e rica de movimentos, entretanto é uma honra poder abordar um assunto tão amplo e importante.

Leia Mais...

Livro semelhante a este não é encontrado com muita frequência na literatura desportiva, devido à alta complexidade e aprofundamento do assunto.

Ao realizarmos uma analise profunda das possibilidades do desenvolvimento integral da capoeira, utilizando todas as suas riquezas em movimentos de expressões, simbologias e ritmos cadenciados, focamos em uma necessidade complementar do capoeirista “o alongamento usando o movimento da capoeira”.

Sendo essa uma preocupação do Criador e tutor da Abadá-Capoeira, Mestre Camisa, a necessidade de produzir uma obra especifica dentro do universo da capoeira, libertando-se dos movimentos convencionais, criando opções para os adeptos da capoeira.

Este livro é o primeiro nesta área; o autor procura apresentar de forma objetiva e dinâmica, o valor, a importância e a necessidade do alongamento em todos os seus aspectos, enfatizando a especificidade do desporto e utilizando somente os movimentos da capoeira como forma de alongamento, aquecimento, volta à calma e utilizando o mesmo como forma de movimentos educativos.

Procurando mostrar de forma ampla e com base nos princípios específicos e gerais da capoeira, respeitando a essência e a complexidade da mesma, permitindo compreender as particularidades e as riquezas da nossa cultura brasileira em todos os seus aspectos.

Neste livro o autor procura, resgatar e valorizar ainda mais a nossa cultura, derrubando a visão do senso comum, provando que a capoeira não necessita dos movimentos convencionais, pois a mesma possui os seus próprios e que correspondem as suas necessidades e anseios.

Este trabalho vem contribuir e muito para capoeira, com uma linguagem simples e direta, “A PRATICA DO ALONGAMENTO NA CAPOEIRA”, é de fundamental importância para os enriquecimentos esportivos, educacionais e culturais dos amantes dessa arte ancestral.

Baseando-se na importância do alongamento na capoeira, como fator de prevenção, reabilitação, compensação e auxilio na preparação física, justificamos a sua necessidade e compreensão.Com a apresentação deste livro despertará o interesse, que serão de grande utilidade para os especialistas e principalmente aqueles que se dedicam à arte da capoeira.

Sinceramente, o meu desejo é que se torne efetivo e seja reconhecido os valores e as muitas qualidades que a capoeira traz consigo.

INTRODUÇÃO

 

 

Para os que se interessam e são os amantes da nossa cultura brasileira em seus múltiplos aspectos, esta obra compreende ás necessidades e as evoluções do conhecimento especifico da capoeira.

É importante frisar que este trabalho nasceu de uma consciência técnica e critica do Mestre Camisa, resultante de uma experiência desenvolvida sobre as próprias qualidades e riquezas que a capoeira possui.

Outra perspectiva derivada desta colocação é que este livro, chega exatamente no momento em que a capoeira, começa encontrar os caminhos da discussão de suas qualidades como fenômeno cultural.

A PRÁTICA DO ALONGAMENTO NA CAPOEIRA, nos seus diversos capítulos, ao tecer abordagens e aprofundamentos sobre o alongamento utilizando apenas os movimentos específicos da capoeira, os princípios científicos, os aspectos organizacionais e metodológicos do alongamento, como aquecimento, volta à calma e um trabalho de flexibilidade, levando em consideração a postura do movimento da capoeira.

O autor da obra, professor Luiz Eugênio Castanho de Almeida, que iniciou sua atuação na Faculdade de Educação Física de Itapetininga-SP (Karning Bazarin) FKB, tendo depois freqüentado, na sua formação de pós-graduação na cidade de Londrina PR, distinguiu-se sempre pela sua incansável busca de conhecimentos novos e ainda pelo seu compromisso com a capoeira.

Todo esse trabalho situa-se na necessidade de mostrar o quanto à capoeira é completa e complexa, sendo o Mestre Camisa um dos mais importantes e renomados capoeiristas do Mundo, no qual profissionalizou e revolucionou a capoeira em todos os seus aspectos.

Objetivamos dessa forma dar uma contribuição no sentido de disseminarmos informações úteis para o desenvolvimento de um trabalho seguro e agradável através da especificidade da capoeira.

Sendo a Abadá-Capoeira um laboratório dentro do universo da capoeira e Mestre Camisa um gênio desta arte, principalmente quando se fala em resgate.

 

Integrando o velho com o novo, preparando-os para a chegada do futuro, fica uma responsabilidade ainda maior na preparação e conclusão desta obra literária.

A PRÁTICA DO ALONGAMENTO NA CAPOEIRA, procura fortalecer a base do capoeirista, sendo o mesmo um profissional altamente qualificado,

VOLTAR

 

A PRÁTICA DO ALONGAMENTO NA CAPOEIRA

FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PREPARAÇÃO FÍSICA NA CAPOEIRA

 

Quando falamos de preparação física na capoeira, fica um pouco difícil focar um ponto de partida, pois é visível o quanto a capoeira é complexa e rica de movimentos, entretanto é uma honra poder abordar um assunto tão amplo e importante.

Portanto, devido a essa análise, que demonstra toda a complexidade das atitudes e atividades dela decorrentes, a capoeira é como se fosse uma planta que se tomando o seu chá, ou utilizando-a de quantas formas forem necessárias, tenha inúmeras serventias ao organismo e ao espírito humano. Por isso, e porque os elementos que compõem a capoeira são tantos, é que ela será sempre uma fonte inesgotável de descobertas.

É uma unanimidade entre os capoeiristas e estudiosos da capoeira que o alto rendimento atlético, técnico e didático é resultado de um conjunto de fatores. Entre eles, a capacidade estratégico-tática, a técnica, desempenhos diferenciados em capacidades físicas específicas, resistência orgânica e muscular (Harre, 1982; Bangsbo, 1994; Martin et al., 1997; Weineck, 2000, Bompa, 2001).

Práticas da capoeira entre outras alternam momentos de alta intensidade (esforços máximos ou muito próximos do máximo) com períodos de média e baixa intensidade (submáximos). Esse tipo de esforço é conhecido como intermitente e essas atividades físicas habitualmente são classificados como jogos de cooperação – oposição (Moreno, 1994) e possuem um perfil de atividades acíclicas.

Ou seja, a intensidade do esforço pode ser alterada a qualquer momento do jogo, podendo variar desde o repouso completo, numa situação onde o capoeirista esteja fora do jogo e, até exercícios de curtíssima duração e de alta potência, chamados de sprints, passando por trotes leves, deslocamentos laterais e para trás, saltos, chutes e ou arremessos, na maioria das vezes com mudanças rápidas de direção.

O eixo central de todo o trabalho estrutura-se em duas pilastras a da preparação física visando à qualidade de vida e o alto rendimento do capoeirista.

Nos últimos anos, nota-se no contexto do treinamento específico da capoeira um crescente número de estudos apontando para diferentes aspectos, desde a seleção e orientação na formação do capoeirista como um profissional até questões metodológicas referentes ao planejamento de treinamentos, aulas, condutas, enfim, o capoeirista se preparando para o futuro e para ser compatível a Abadá-Capoeira.

Nesse sentido, verifica-se a necessidade de apresentar e discutir alguns pontos relevantes que podem contribuir para o estreitamento entre o binômio teoria e prática da Preparação Física na Capoeira.

 

VOLTAR

 

INTRODUÇÃO

 

Cada vez mais o “CAPOEIRISTA” vem buscando treinamentos específicos que melhorem suas condições de jogo, luta e performance, tornando-os superiores ultrapassando seus limites.

Hoje em dia, com o alto nível técnico em que se encontra a capoeira, o preparo físico vem se tornando um fator diferencial o bom desempenho de um capoeirista.

Devido à massificação da capoeira e da expansão do Brasil pelo mundo, os capoeiristas estão cada vez mais técnicos e buscam qualidade de treinamento físico de alto nível.

Existem 12 princípios básicos para montar um treino para o capoeirista, estes princípios serão abordados neste trabalho “Fundamentos Básicos da Preparação Física na Capoeira”, um estudo no qual procura direcionar a cada necessidade.

Sabe-se que nos últimos anos, a capoeira obteve uma rápida evolução transformando-se numa das artes de grande evidência na cultura brasileira.

Paralelamente houve uma evolução do próprio capoeirista quanto ao seu desempenho atlético e vigor física, isso fez com que os capoeiristas passassem a executar movimentos rápidos e precisos, com grande habilidade de raciocínio e domínio de expressão corporal fantástica, o que possibilitou a utilização das técnicas com maior economia do desgaste físico.

A Capoeira tem mostrado um grande equilíbrio entre as participantes, sendo que a qualidade dos capoeiristas tem evoluído muito, e por esse motivo à preparação física tem sido reconhecida como um fator determinante no desenvolvimento das técnicas e performance de um capoeirista.

Sem dúvida alguma, o treinamento é a base do sucesso, seja ele desportivo ou estético, visando a qualidade de vida ou a performance do capoeirista. Juntamente com essas situações que me aproximaram ao tema em questão, pude também, por intermédio de um levantamento feito em bases de dados científicos, evidenciar, algumas lacunas existentes nesse campo intelectual, fantástico e complexo chamado “CAPOEIRA”.

Entretanto, as várias linhas de planejamento se divergem e, muitas vezes, as concepções errôneas expõem o capoeirista a risco de lesão, over training ou insucesso na carreira profissional. No mesmo sentido, em praticantes de atividade física ocorre desânimo pela falta de resultados aparentes. Devido a esse fato, há necessidade do conhecimento amplo dos principais métodos de planificação de treino.

“FUNDAMENTOS BÁSICOS DA PREPARAÇÃO FISICA NA CAPOEIRA”, é uma obra literária que não tem por objetivo ditar regras, métodos ou receita de treinamento, mas trazer para o capoeirista e os amantes dessa arte maravilhosa, mais um recurso oriundo da capoeira, na qual venha suprir e potencializar as necessidades do capoeirista.

Quando observadas as altas performances obtidas por capoeiristas em Jogos de âmbito estadual, nacional e internacional, torna-se difícil imaginar os fatores que contribuíram decisivamente para o sucesso que muitas vezes são classificados como extraordinários, pois o grau de performance que o capoeirista chegou e ainda pode ultrapassar torna-se surpreendente.

Atualmente, no que diz respeito à Preparação Física na Capoeira, torna-se evidente a necessidade de desenvolver uma metodologia de treinamento específico e geral, que devem ser aplicadas com ênfase no desenvolvimento de todas as capacidades motoras, e devidamente sustentadas pelo treinamento de resistência, força, coordenação, flexibilidade, velocidade e equilíbrio, que são fundamentais para a sustentação da condição física ideal para que o capoeirista possa suportar uma temporada de treinamento com eventos, jogos e cursos até o término da periodização (DELECLUSE, ROELANTES e VERSHUEREN, 2003).

Dentro do processo de treinamento das capacidades físicas da capoeira, o desenvolvimento da potência muscular está correlacionado com a caracteristica de cada jogo. Portanto grande parte do trabalho físico desenvolvido nos treinamentos está baseada no desenvolvimento da força, através de repetições aos trabalhos de velocidade e resisitencia.
Para que seja possivel planificar e periodizar o treinamento dessas capacidades físicas envolvidas no jogo da capoeira, o capoeirista pode utilizar-se de testes para verificar se o programa de treinamento está sendo eficaz ou não.

Balbino (1993) discorre que para o desenvolvimento completo dos atletas (capoeiristas), a programação e organização do treinamento necessitam do conhecimento sobre a natureza do processo de treinamento, dos fatores que determinam à estrutura e a modificação da sua orientação envolvendo também os conhecimentos científicos que são capazes de explicar como o treino influi sobre a personalidade e sobre o organismo do atleta. Para tanto esses conhecimentos devem ser sistematizados, garantindo a solução prática dos problemas da programação e organização do processo de treinamento na capoeira.

Os programas de preparação física na capoeira onde requer velocidade, força, potencia, agilidade têm se utilizado de treinamentos de pliometria (BOMPA, 2004) e de velocidade (DINTIMAN, WARD e TELLEZ, 1999) e combinados força e treinamento geral (LAURENTINO e PELLEGRINOTTI, 2003) como formas de melhorar a potência física e conseqüentemente o rendimento na capoeira.

Nota-se, porém que os trabalhos realizados dentro do básico e do Sistema da Técnica da Abadá-Capoeira, alhiados a uma boa alimentação, um repouso e um trabalho complementar de base, fica visivel os resultados alcançados.

Galdi (1999) expõe que nesse contexto as Ciências do Esporte tem avançado muito nas últimas décadas. O treinamento desportivo vem se tornando cada vez mais científico e, novos métodos têm surgido, dando melhor direcionamento e entendimento dos efeitos do exercício físico sobre o corpo.

As repetições sistemáticas de movimentos provocam adaptações morfológicas e funcionais no organismo, e, para se verificar como o organismo se adapta ao treinamento físico e também para avaliar o seu desempenho, são utilizados diferentes testes motores, os quais relacionam parâmetros do desenvolvimento do trabalho com o treinamento, em bases cientificamente comprovadas.

Portanto, o propósito do presente trabalho é aplicar um programa de treinamento de Preparação Física para o capoeirista, como meios para melhorar ascapacidade fisica, psicológicas, promovento consequentemente uma qualidade de vida, não visando apenas o atleta, mas o capoeirista em geral.

A Capoeira se caracteriza pela sua própria estrutura especial e funcional das capacidades fisicas. Algumas aptidões motoras e características corporais têm sido de grande importância para o desempenho da capoeira, como por exemplo: capacidade e potência anaeróbica, capacidade e potência aeróbica, elevado componente de mesomorfia, força isométrica e dinâmica, baixo percentual de gordura, equilibrio dinamico, estático e recuperado e potência muscular. Porém outros fatores também devem ser considerados para o rendimento nesta modalidade, tais como:

Se por um lado o fato do Brasil ser um país onde a capoeira é de domínio público torna-o um país democrático, peculiar, vibrante e corporal, por outro tem excluído a possibilidade de uma valorização e potencialização da capoeira e do capoeirista em todos os seus aspectos. Ou seja,

sendo o Brasil um país onde a capoeira nasceu, fica dificil compreender como o país não reconhece e trata como patrimonio cultural da humanidade.

A pratica da Capoeira e seus beneficios como ativiadade fisica são reconhecidos formalmente como fatores essenciais no aprimoramento da saúde e na prevenção a doenças, onde praticantes em ambas as extremidades da vida humana podem obter benefícios, diante da prática regular de modo moderado.

A organização e estruturação da Preparação Física na Capoeira são fundamentais na planificação tanto no início da temporada de trabalho como no processo de formação de futuros capoeiristas.

Nesse sentido, devemos entender que o planejamento consiste exatamente em conseguir que os elementos resultantes da atividade organizada se destaquem, facilitando o controle das diferentes variáveis e o resultado final que se almeja alcançar.

início do processo se constitui na análise da situação ocorrida no ano ou período anterior, abrangendo desde análise de rendimento coletivo e individual tanto nos aspectos físico, tático e técnico até as questões administrativas.

Um dos processos de montagem de treino mais popular é, sem dúvida, a periodização. Este conceito teve início na década de 50, tendo como principal defensor e também elaborador o russo L. P. MATVEYEV, dentre os que defendem o uso da periodização, existem nomes de peso como (KRAEMER, FLECK) e o romeno (BOMPA). No entanto, existe outra corrente contra os preceitos da periodização, defendida pelo também russo (VERKOSHANSKIJ).

 

VOLTAR

 

AGUARDEM!!!

Leia Mais...

R$ 40,00
R$40,00

LANÇAMENTO:

AGOSTO 2011 - JOGOS MUNDIAIS - RIO DE JANEIRO

ADQUIRA JÁ O SEU

"Esse livro vem somar algo muito importante para percussionistas e capoeiristas no estudo do Berimbau, uma vez que a metodologia pode servir de ponto de partida para o estudo desse instrumento que soa afinado com a alma de quem o toca pelo mundo...." Ass : Mestre Cobra

Ao fazer esse método a idéia principal surgiu quando percebemos que existia uma lacuna no que diz respeito ao estudo do Berimbau de Barriga. Com tudo sabendo da importância do instrumento para Capoeira e para Percussão Brasileira e percebendo a falta de uma “escola” e uma metodologia para se aprender a tocar o instrumento de forma fácil porem eficaz, trabalhamos para conseguir chegar nesse método com esforço em conjunto de músicos, capoeiristas, historiadores e colaboradores, tanto no Brasil como na África onde buscamos informações sobre a origem do instrumento e sobre os ritmos do Hungo que é o Berimbau Angolano e suposto Pai de nosso Berimbau de Barriga.

Percebemos em todo essa caminhada em busca de informações, sons, ritmos, métodos e formas, que “Quanto mais sabemos sobre esse instrumento, mas sabemos o quanto falta”.

Contudo esperamos que esse livro venho auxiliar aqueles que necessitem de informações e elementos para seu aprendizado, uma vez que esse método trata dês de exercícios elementares até os ritmos mais usados na capoeira, bem como juntos conseguirmos dar mais um passa para a divulgação, ensino e qualidade dos capoeiristas e  instrumentistas que gostam dessa arte.

Patrocínio de Ministério da Cultura, Fundo de Cultura, Papirus, Projeto 5R Angola, Escola Arte Rítmica e ABADÁ Capoeira.

 

VOLTAR

PROJETOS SOCIAIS

Treinamento com elásticos - do livro "Fundamentos Básicos da Preparação Física na Capoeira" Lançado no Rio de Janeiro em agosto de 2009...

Curso Mestrando Apache do Rio de Janeiro - Capão Bonito
Pátio da Sede I - Abadá-Capão
CENTRO DE APOIO SÓCIO EDUCACIONAL ABADÁ-CAPOEIRA
Sede I - Abadá-Capoeira
Festival - AbadArte- Capão Bonito
Alongamento com movimento específico da capoeira...

Treinamento Funcional aplicado na capoeira! O LIVRO!! Adquira já o seu!

Turnê Mestrando Pernilongo e Professor Cavalo - Milão Itália
Pavão - beleza da Vida
DIA DAS CRIANÇAS

 

PARCEIROS

ABADÁ-CAPOEIRA DE CAPÃO BONITO

   Se você quer saber como a Entidade Abadá-Capoeira sustenta boa parte da qualidade dos projetos sócio educacionais e campanhas que você vê e participa, dê uma olhada nestas logomarcas.

Estas entidades nos apóiam de diferentes maneiras, mas principalmente acreditando nos ideais e na filosofia da Entidade Abadá-Capoeira e de Mestre Camisa. A todos aqueles que estão junto conosco na batalha por um mundo mais igualitário e justo, nosso muito obrigado. E se você é um desses que acreditam que pode mudar as coisas do mundo junte se a nós...  A POIANDO A  ABADÁ-CAPOEIRA!

Prefeitura Municipal de Capão Bonito;

Secretaria Municipal da Juventude, Lazer, Esporte e Cultura;

Secretaria Municipal de Educação;

Secretaria Municipal de Promoção Social;

Secretaria Municipal de Assistência Social;

Família Fujivara

Sidney Fujivara & Sérgio Fujivara

Parceiro da Abadá-Capoeira de Capão Bonito

PÁGINA PRINCIPAL

Adquira já o seu! e-mail: cbabada@bol.com.br - Promoção R$ 40,00 - cada!

Instituto Paulista de Renovação

Capão Bonito - SP

PROGRAMAÇÃO DE ATIVIDADES - 2012

JANEIRO: Plantio de árvores e reflorestamento- mata ciliar - Campanha Abadárvore desenvolvida pela Entidade;

FEVEREIRO: Levantamento de perfil dos alunos, planejamento e periodização de treinamento; Curso com Mestrando Pernilongo, abertura do "2º CIRCUITO DE CURSOS" serão ministrados seis (06) cursos no ano;

MARÇO: Fomento e Potencialização das Campanhas, Projetos e Atividades desenvolvidas pela Entidade;

ABRIL: Aulas de inclusão social, conscientização ambiental, reforço escolar e trabalhos manuais envolvendo a capoeira... curso a confirmar;

MAIO: Seletivas para os Jogos Paulistas - Americana - Excurções e viagens...

JUNHO: Mutirão na Sede I e II da Abadá de Capão Bonito; Curso a confirmar - Turnê pela Europa - saída dia 28 de junho - volta dia 10 de agosto de 2011.

JULHO: Preparativos para os Jogos BRASILEIROS 2012;

AGOSTO: Jogos BRASILEIROS - Rio de Janeiro;

SETEMBRO: Preparação para o dia das crianças - arrecadação de brinquedos;

Festival AbadÀgua - (á confirmar);

- Curso Técnico Aperfeiçoamento - Mestre Camisa -(á confirmar);

OUTUBRO:

NOVEMBRO: Zumbimba

DEZEMBRO: Arte Caridade - Americana - SP - Mestrando Pernilongo -

 

VOLTAR

 

MARINHO

SOM & ALARME

3542-4881

TODA RENDA DA VENDA DOS LIVROS SERÁ DESTINADA PARA OS PROJETOS DESENVOLVIDOS PELA ENTIDADE ABADÁ-CAPOEIRA!

COLABORE COMPRANDO UM LIVRO E SEJA UM PARCEIRO DA ENTIDADE ...

Cooperativa Agrícola de Capão Bonito

HAPPY DAY

Brinquedos & Presentes

Parceiro da Abadá-Capoeira de Capão Bonito

 

Ribeira Santos

Apresentação

Capão Bonito

Abadá-Capão Bonito

Equipe Abadá de Capão

Sede de Capão Bonito

Lançamento de Livros

Projetos Sociais

Campanhas

Fotos

Eventos

Artigos

Parceiros

Cartaz

Cidades da Região

Ecologia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hino de Capão Bonito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Hino de Capão Bonito - Letra

 

Este rincão é minha terra

De campina verdejante

Brilhará com que se encerra

Neste solo tão pujante

Nesta terra imensa em flor

A instrução é a riqueza

Teu progresso é a grandeza

Que enchem e pátria de esplendor

 

Capão Bonito, então saudemos

Este lar onde aprendemos

A lutar sabiamente

Princesa és, tens o cruzeiro

A brilhar constantemente

Neste céu tão Brasileiro

 

Tu és do sul a filha varonil

Teus filhos, belos e bravos lutarão!

Por ti, oh terra boa e gentil

Teus feitos, na história, jamais se apagarão

 

Eia, postos senhores!

Lá fora rufam tambores

De entusiasmo a vibrar

Passam atletas, estudantes

Orgulhosos a cantar!

Na cidade engalanada

De flores ornamentadas

Soam clarins pelo ar!

 

Celebrar agora

Tua data centenária

Teu progresso então queremos

Festejar com garbo e glória

Por ti, oh terra de brios, milenária!

Cantemos, cantemos

Os louros de tua vitória!

 

VOLTAR

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

VOLTAR